quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

Cradle: Attitude

Dando seqüência à série de artistas japoneses, dessa vez eu apresento o coletivo de produção chamado Cradle. Embora atualmente o grupo conte com baixista, violinista, flautista e pianista, na época do lançamento do primeiro álbum, Attitude, apenas os DJs Chika e Tomoki Seto faziam parte do projeto. O disco foi lançado em 2006 e foi aclamado pela crítica, tornando o grupo um dos mais conhecidos no hip hop japonês. Hoje em dia, com a inclusão dos músicos, o coletivo se chama Cradle Orchestra, e prepara o lançamento de seu segundo álbum, chamado Velvet Ballads, que deve sair no começo de 2009.

Voltando ao álbum de estréia dos caras, uma coisa que os diferencia de cara é que eles fogem um pouco do estereótipo da cena japonesa, que preza mais por uma sonoridade mais tranqüila, com forte influência do jazz. Não que Attitude não tenha seu lado jazzístico, muito pelo contrário, mas os beats apresentados têm uma atitude muito mais agressiva, mais "barulhenta", em comparação a seus conterrâneos. A bateria é bem mais incisiva e acelerada - dá toda a impressão de ser tocada e não programada, mas eu não sei precisar -, enquanto os samples são montados de forma a atender essa urgência que a batida pede.

Como a maioria dos lançamentos japoneses, o álbum se divide entre faixas com emcees e outras apenas instrumentais. Novamente, os beats conseguem "se garantir" perfeitamente, mostrando uma força suficiente para não precisar de emcees. Dois bons exemplos disso são as faixas Smoke, um batidão guiado por metais sensacionais e scratches certeiros, que dialogam também com teclado Rhodes inspirador e samples pontuais; e Improve, com uma batida mais reta, meio sombria, graças às caixas graves e ao piano sinistro no fundo. Das faixas rimadas, destaque também para Remember, com Dizzy, do Ugly Duckling, que acaba sendo ofuscado pela combinação de violão e flauta do beat, e Make It Last, o single do disco, com Aloe Blacc, do Emanon, que tem ainda um refrão sampleado muito bom, além do eficiente piano como loop principal.

Com uma proposta de som muito própria e evitando os estereótipos das cenas tanto japonesa quanto americana, o Cradle apresenta um disco bastante sólido. Os samples escolhidos são muito bem usados, de forma a não cansar o ouvinte nas faixas instrumentais, nem tirar o espaço do emcee nas músicas rimadas. Em alguns casos, os beats acabam sendo demais pros emcees, mas é de se louvar a habilidade da dupla de produtores. No final das contas, Attitude é um dos álbuns essenciais numa pesquisa sobre o hip hop japonês, e uma aula de beatmaking.

Cradle - Attitude
1. Unyielding Intention feat. D.A.I
2. Remember? (Breezy Remix) feat Dizzy of Ugly Duckling
3. Goodness
4. Free Sensitivity
5. In L.A feat. Fresh Air with Alexx Daye
6. Indivisible Contradiction
7. Make it Last feat. Aloe Blacc of Emanon
8. Smoke
9. Till the Morning feat. Captions
10. The Art of Bop Breaking
11. Never Forgive Action feat. Collective Efforts, Pgnut, H20, Dillon & Dirty Digits
12. Beautiful Thang feat. Legendary K.O
13. Desert Ripple
14. Improve
15. The Milky Way
16. One Step Ahead feat. KBH

Link nos comentários.