quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Entrevista; Smif-N-Wessun

Como dito, tá ae a entrevista dos caras falando sobre o The Album:

I - Como vocês se juntaram como um grupo?
Steele: Bom...nós nos encontramos na escola. E para nós, o final dos anos 80 e o começo dos anos 90 foram realmente explosivos. Além de sermos adolescentes crescendo, e arrumando problemas e coisas do tipo, nós ja estávamos andando juntos. Ele foi meu amigo, e daí que veio todo o conceito da PNC(Partners-N-Crime, música do album Dah Shinin). Então chegou um ponto nós estávamos expostos ao jogo do Hip Hop, e nós decidimos que queríamos entrar nele.
Nós estávamos um dia na escola e começamos a pensar em um nome. E nós pensamos que Smif-N-Wessun poderia ser um bom nome para nós, porque nós éramos tão juntos quanto. Então decidimos assim.

II - Então, o que as pessoas podem esperar do novo álbum?
Steele: Eu sinto como se este álbum fosse nossa segunda vinda. Porque, num mundo perfeito, eu acho que este álbum iria resumir todo o crescimento de Tek e Steele como artistas. Em um mundo perfeito, nós lançaríamos este álbum logo depois de Dah Shinin.
É uma espécie de continuação, uma elevação do que nós estamos lidando. Quando você ouvir o álbum, voce vai ouvir música madura e letras conscientes. E quando eu digo letras conscientes, eu nao digo aquelas letras estilo sermão dizendo a você o que fazer. Mas voce vai ouvir algo que, nos tempos atuais, pode ser útil para a sua vida.

III - Voces tentaram algo diferente nesse álbum? Ou mantiveram a mesma fórmula?
Steele: Sim. Nós, na verdade, voltamos para a fonte do que nós pensamos que é Smif-N-Wessun.. Nós sabemos que nós chegamos no jogo como artistas novos; no tempo que era necessário. Então quando nós chegamos ao jogo, nos apresentamos para você. Nós sentimos como se fosse tempo de dar às pessoas o Smif-N-Wessun. É o oposto de apenas tentar fazer músicas que possam tocar no rádio, músicas que poderiam se tornar clipes, e de pensar em quais participações especiais nós poderíamos colocar no álbum.
Então, nós estamos tentando dar a você o que nós lhe demos no início, que é um álbum do Smif-N-Wessun e é exatamente por isso que nós nomeamos o novo album como The Album. Nós fizemos isso porque nós aceitamos nossa posição. Porque, atualmente, os caras tão ficando preguiçosos quando é hora de lançar seus projetos. Como se eles pudessem continuar a lançar compilações com um monte de participações, vários produtores diferentes, e não vao andar mais um pouco para agradar aos fãs. Como se um monte de rappers se sentissem os melhores quando tudo que eles precisam fazer é cuspir um verso de 16 linhas. Mas, o que acontece quando você tem que criar uma musica?

IV - Incomoda a você saber que você pode não tocar tanto no rádio quanto outros caras?
Steele: Infelizmente o rádio é uma ligação direta com o povo. Falando por mim, o que as pessoas não sabem é que quando nós começamos não foi facil para nós tocar no radio. Foi muito trabalho, construir relações. Existiam vezes que nós tínhamos uma relação direta com os diretores de clipes e rádios.
Então isso começou a se tornar algo a mais, onde os diretores de programação começaram a se tornar intocáveis, começaram a se tornar celebridades. Então, quando eles começaram a se tornar populares, eles quiseram começar a lidar com as tendências populares.
Agora você começa a ver muito nepotismo, e coisas falsas às vezes. Isso me incomoda, porque varios desses caras que estao no radio e nos clipes nos conhecem. Mas não é popular tocar o nosso estilo de música. E isso definitivamente prejudica nossas vendas, nossos bolsos. Mas varias vezes nós nos esquecemos de ligações como a Internet. A internet sempre tem um impacto imediato, por possibilitar às pessoas conhecerem nosso som.

V - Você pensa que o liricismo é uma arte perdida no Hip Hop?
Steele: Eu acho que o Hip Hop se modernizou em algo que tá se tornando mais como os filmes. Onde ele não precisa realmente ser puro, só tem que ser divertido. É claro que quando nós começamos, ele era divertido, mas era puro. Era puro no sentindo que ele veio da nossa vida, veio de quando nós não tínhamos nada.
Varias vezes, quando artistas começavam, eles diziam a você que já eram ricos. Mas o Hip Hop é a voz dos oprimidos, dos que não podem falar. Então, se voce é rico, entao voce precisa escolher outra profissão. O Hip Hop se tornou uma grande escalada política. Então, quando voce ve esses caras falando sobre eventos tao vagos de suas vidas, isso tipo que ilude um pouco o poder que o Hip Hop tem.
Varias vezes, o liricismo é ameaçado, mas lembre-se que é porque voce não o encontra no mainstream. Não significa que ele nao exista. Então, graças à Internet, porque ela ajuda voce a ouvir coisas que voce nao ouviria no radio.

VI - E como vocês continuam motivados para fazer música após tantos anos?
Steele: Eu acho que nós dois estamos conscientes sobre os eventos atuais. Nós ainda temos um grande amor pelo o que nós fazemos, e temos um grande respeito por aqueles que têm nos seguido por todos esses anos. É tipo assim: quando você tá no jogo, você só quer jogar melhor pelos seus fãs. Entao, se eu jogar melhor pelos meus fãs, eu sei que eles vão apreciar tudo que eu fizer por eles, e eles estarão comigo sempre. E tudo que nós fizemos no Hip Hop estava à frente do tempo.
Nós crescemos ouvindo Public Enemy, Kool G Rap, LL Cool J, Biz Markie. Além disso, nós amamos a favela, nós amamos as ruas, e todas as pessoas que vêm de lá. Nós amamos estar em contato com pessoas como nós. Uma maneira de falar com uma pessoa da Africa sem viajar é fazer isso numa música.

VII - Alguns artistas acham que trabalhar em grupo é um pouco estressante. O que você acha?
Steele: É estressante, mas isso não quer dizer que ser um artista solo não é estressante. Várias vezes meu parceiro me salvou. Às vezes, eu tinha uma batida muito foda, e eu não sabia como lidar com ela. Então meu parceiro vinha com um conceito bom, e então eu conseguia achar um caminho. Isso depende mais da consciência de cada um, você tem que saber como fazer sua parte, e saber como aceitar a opinião do seu parceiro.
E, como nós nos conhecemos antes mesmo de começar a rimar, nós sabemos como trabalhar juntos. Nós sabemos como é quando estamos juntos.

VIII - Vocês dois alguma vez já pensaram em fazer projetos solos?
Steele: Sim, nós já discutimos isso. Eu acho que fazer um projeto solo seria fácil. É dificil fazer um casamento entre dois indivíduos tao diferentes quanto o dia e a noite. Isso desafia você a ser mais criativo. Eu acho que quando nos vê juntos, você tem Smif-N-Wessun. Mas quando você nos ouve separados, você tem Tek e Steele. Apenas para complementar, foi por isso que nós mudamos nosso nome para Cocoa Brovaz.
Porque nós não queríamos dar às pessoas apenas Tek e Steele, nós queríamos algo maior. E quando nós finalmente dermos a você Tek e Steele, nós queríamos deixar que voce soubesse que nós somos Tek e Steele. Nós possuímos esse nome, nenhuma gravadora pode dizer que nos possui.
Então, depois desse projeto, quando as pessoas já tiverem ouvido, eu acho que voce vai definitivamente ver alguns projetos solos. Eu e Tek sempre trabalhamos em projetos solos. Eu tenho um album nas lojas chamado Hostile Takeover, e o Tek está trabalhando em um álbum chamado UGP(Underground Prince).

IX - Quando vocês lançam um novo projeto, voces se sentem como se estivessem competindo com os jovens talentos?
Steele: Eu acho que o Hip Hop é uma grande competição. Eu digo isso porque estou por dentro dos eventos atuais. Se voce ficar pensando que é muito velho para lançar algo, voce acaba perdendo seu foco. Então, nós nos mantemos ligados nas ruas, e damos respeito aos que nos respeitam. Mas nós também temos que concordar que somos caras que estamos por aí há um tempo, então nós tentamos usar isso da melhor maneira. Nós temos irmãos, sobrinhos, sobrinhas. Então, nós nos comunicamos com eles, e descobrimos o que eles gostam. Nós temos que prestar atenção ao que está acontecendo.

X - Voce se incomoda quando pessoas classificam vocês como artistas underground...
Steele: Ou como se nós só falássemos sobre armas e maconha e tal?
...Isso, esse tipo de coisa...
Steele: Sim, isso me incomoda às vezes. Porque isso meio que ofusca nossa contribuição. Mas é legal, porque é melhor falar mal do que não falar. Você tem um monte de artistas populares agora, 9 de 10 já ouviram Smif-N-Wessun e o álbum Da Shinin. Se voce perguntar a algum deles seus artistas favoritos, 9 de 10 vao falar sobre nós ou alguem mais do Boot Camp Clik.

XI - E ae Tek, eu soube que voce estava preso no tráfego.
Tek: Ah cara, é foda!

XII - E voces discutem muito quando estão criando musicas?
Tek: Sim, batemos cabeça bastante. Não seria um bom processo criativo se todo mundo ficasse apenas falando "sim". Também não é como se a gente estivesse perto de cair na mão, mas nós ficamos tipo: "Não, eu nao acho que isso fica bom aqui". Existem vezes que nós desafiamos um ao outro, mas isso só nos faz melhores.

XIII - E como voces fizeram que continuar juntos por tanto tempo quando varios grupos acabaram?
Tek: Ah nao é nada, nós temos o dom e a maldição. Nós somos abençoados, e somos humildes. Nós nao procuramos nada que nos atrapalhe, nós apenas fazemos o que gostamos, e nao esperamos nada demais. Nós apenas continuamos andando. Nós apenas continuamos fortes, e nao procuramos simpatia de ninguem. É assim que fazemos.

XIV - Na sua opinião, o que te incomoda no Hip Hop de hoje em dia?
Tek: Eu não estou realmente incomodado com o que está acontecendo agora. Mas a unica coisa que eu diria é: dê chances a todo tipo de música. Dê às pessoas a chance de decidirem, em vez de algum programador de rádio que nem mesmo é influenciado pelo Hip Hop. Eles só tem esse emprego porque sabem um pouco sobre música. Eu lembro quando eram os DJ's que escolhiam as musicas. Mas eu nao estou incomodado, porque tudo tem sua própria chance de brilhar. É assim que eu vejo.