quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Termanology: Politics as Usual

O que esperar quando um emcee com créditos no underground lança seu álbum de estréia com produções de lendas como Pete Rock, Easy Mo Bee, Havoc, DJ Premier, Large Professor e Buckwild, além de destaques recentes, como Hi-Tek e Nottz? Depois de anos lançando mixtapes e criando um considerável buzz, graças a rimas inteligentes e à afiliação com tais lendas, o emcee nova-iorquino e de ascendência latina Termanology finalmente lançou seu álbum, intitulado Politics As Usual. Tudo bem, a capa do disco pode deixar alguns desconfiados quanto à qualidade do álbum, mas é bem provável que o conteúdo conquiste a todos.

Termanology é claramente um emcee talentoso. Ele tem um bom flow e uma boa escrita, usando e abusando de rimas internas e multi-silábicas. Seu gosto por sentenças parecidas com travalínguas já rendeu a ele comparações com outro grande emcee latino, o falecido Big Pun. Neste álbum de estréia, todo esse virtuosismo pode ser notado. Embora algumas faixas já sejam conhecidas do público há um bom tempo - principalmente aquelas com DJ Premier -, ainda é interessante tê-las compiladas num álbum. Watch How It Go Down, a primeira colaboração da dupla, tem Termanology simplesmente ripando a tradicional batida com samples picotados e scratches, tocando vários tópicos, desde a indústria da música até a polícia e a dificuldade de viver no gueto. Em How We Rock, embora o beat de Premier seja mais discreto, Term e a lenda Bun B mais uma vez quebram tudo, enquanto em So Amazing o moleque manda um recado para vários gigantes da indústria, como Dr. Dre, Puff Daddy, Jay-Z, assinarem com ele. É interessante notar que em todas as três faixas ele cita Big Pun, mostrando que talvez as semelhanças não sejam coincidência.

Mesclando bom humor e versos complexos a um flow com timing perfeito, Termanology acaba tendo uma performance sólida durante o álbum. Além das colaborações com Premier, é bom destacar a introspectiva Sorry I Lied To You, produzida por Large Professor, com um clima meio melancólico. Em outra parceria com um peso pesado, ele se junta a Pete Rock em We Killin' Ourselves, em outra faixa mais tranqüila e lenta, na qual ele fala sobre o estilo de vida levado por alguns artistas da indústria e suas conseqüências perante aqueles que os têm como exemplo.

Depois de anos no underground, Termanology finalmente lança um álbum para se consolidar na cena. Mostrando grande habilidade lírica, o moleque acaba se destacando por suas boas rimas e, principalmente, por procurar trabalhar com grandes produtores, que acabaram sendo esquecidos pelos grandes emcees. Nomes como Pete Rock, DJ Premier e Large Professor provam, neste disco, que poderiam muito bem ainda estar produzindo para nomes mais sonantes. O porquê deste esquecimento talvez pode ser respondido pelo próprio nome do álbum de Term - política, como sempre.

Termanology - Politics as Usual
01. It’s Time (prod. by Easy Mo Bee) [0:52]
02. Watch How It Go Down (prod. by DJ Premier) [4:01]
03. Respect My Walk (prod. by Buckwild) [3:03]
04. Hood Shit ft. Prodigy (prod. by The Alchemist) [3:55]
05. Float (prod. by Nottz) [3:15]
06. Please Don’t Go (prod. by Nottz) [04:27]
07. How We Rock ft. Bun B (prod. by DJ Premier) [3:57]
08. Drugs, Crime, & Gorillaz ft. Sheek Louch & Freeway (prod. by Nottz) [3:52]
09. In The Streets ft. Lil’ Fame (prod. by Hi-Tek) [3:54]
10. So Amazing (prod. by DJ Premier) [3:53]
11. Sorry I Lied To You (prod. by Large Professor) [3:04]
12. We Killin’ Ourselves (prod. by Pete Rock) [3:58]
13. The Chosen (prod. by Havoc) [3:26]

Download

Vídeo da faixa Watch How It Go Down:


Vídeo da faixa So Amazing:


Vídeo da faixa How We Rock: