quarta-feira, 16 de setembro de 2009

KRS-One & Buckshot: Survival Skills

Ano: 2009
Gravadora: Duckdown
Produtores: Illmind (faixas 1, 4 e 13), Havoc (2), Black Milk(3 e 7), Marco Polo(5), Moss (6), DJ Mentplus (8), Nottz (9), Khrysis (10 e 11), Coptic (12), 9th Wonder (14).
Participações: DJ Revolution (1), Mary J Blige (3), Rock (4), Talib Kweli (5), Smiff N Wessun (6), Immortal Technique (7), K'Naan (8), Pharoahe Monch (9), Sean Price (10), Loudmouf Choir (10), Bounty Killer (12), Slug (13), Melanie Fiona (14), Naledge (14).

KRS: Bem vindos, amigos. Vamos iniciar agora o nosso curso de sobrevivência no Hip Hop, intitulado "Survival Skills". Eu e meu amigo Buckshot estaremos nesta bancada para falar sobre a nossa visão de como ser longevo no gênero.
Buckshot: Isso mesmo. Vamos falar um pouco da história do rap, vamos discutir a conjuntura atual e analisar alguns pontos que acreditamos ser chave para que se possa ser relevante na cultura, sem precisar se vender para indústria.
KRS: Ao longo desta palestra, nós também vamos chamar alguns convidados aqui, para dar seus depoimentos sobre o tema. Também teremos alguns maestros para dar uma trilha sonora ao curso, a fim de manter um clima informal. Entre eles, estão alguns velhos conhecidos de vocês, como Illmind, Black Milk, Havoc e 9th Wonder.
Buckshot: Bem, vamos começar. Escolhemos o nome de "Survival Skills" porque acreditamos que precisamos de algumas habilidades para continuarmos escalando a montanha e chegarmos ao topo do rap.
KRS: E, modéstia à parte, nada melhor do que dois veteranos como nós para falar sobre isso. A nossa proposta é manter-se fiel às origens. O básico do rap são as rimas e os beats, sem conversa fiada, sem frescura. Acima de tudo, o Hip Hop é uma forma de nos expressarmos, de darmos voz àqueles impedidos de fazer isso.
Lil'Wayne: Professor, mas também precisamos ganhar dinheiro, não acha?
KRS: Sim. E eu continuo faminto quando o assunto é ganhar dinheiro. Mas isso não significa que tenhamos que mudar por causa disso. Tampouco diminuir nossa arte. E isso nos leva a um dos nossos módulos, "The Way I Live".
Buckshot: Exato, nós queremos mostrar respeito a todos aqueles que estão na luta. Porque nós também estamos. Aliás, todos aqui nesta sala continuam na luta.
Elzhi, para Phat Kat: Cara, o Black Milk tá quebrando tudo, hein? Que batida é essa!
Phat Kat: Porradão! Eu soube que era ele por trás da MPC no primeiro bumbo, esses metais são demais!
KRS: Outro módulo que queremos discutir chama-se "Clean Up Crew". Nós precisamos, antes de mais nada, fazer uma limpeza nesta cultura. Muitos que dizem representar o rap, na verdade estão apenas querendo fazer lucro, sem se importar com a arte.
Shawty Lo: (pensando) Merda, vai sobrar pra mim daqui a pouco...
Buckshot: Eu queria chamar meu amigo Rock para falar um pouco sobre este conceito de limpeza.
Rock: A cena está uma bagunça. Precisamos limpá-la, lavá-la. E, acima de tudo, mantermos nós mesmos limpos, se é que me entendem.
MV Bill: Ih, alá. É o mesmo sample de "Só Deus Pode Me Julgar"!
Gucci Mane: Eu acho que vocês estão tendo uma visão muito superficial disso tudo. Estão se deixando influenciar pela mídia!
Tony Yayo: É verdade. Eu tenho um amigo que faz rap por grana, e o melhor amigo dele também faz rap com este pensamento...
KRS: Mas se você é um verdadeiro artista, sabe que o que importa não é simplesmente vender sua arte. Este é o módulo "One Shot". Pharoahe Monch, fale um pouco sobre isso.
Pharoahe Monch: Eu percebi que é melhor você ter uma meta. Veja os estilos, escolha um: rap político, "consciente", crunk...
Buckshot: O que queremos dizer é: você precisa dar valor à sua arte. Não importa o estilo que você quer seguir, você precisa acreditar naquilo. A mudança também não é condenável. Acredito que estamos constantemente mudando, e isso reflete na nossa música.
Puff Daddy (entrando esbaforido na sala): Desculpe-me professor. Peguei um trânsito inacreditável até aqui.
KRS: A aula está acontecendo, vocês estão atrasados, merda. Estamos numa parada incrível aqui. Aliás, o Buck está certo. Mas também acho que precisamos dar valor à velha escola, e não desprezá-la. E vice-versa. Eu mesmo, sou old school, mas não me impressiono com o que é feito hoje. Vocês devem mudar suas abordagens antes que seja tarde.
Sean Price: Isso é "Amazin"!
Blu: Professor, eu acho que você está radicalizando. Existe muita coisa boa sendo feita atualmente. Não podemos generalizar a nova geração assim. Mas concordo que o mainstream esteja num nível aquém do esperado.
Buckshot: E cabe a nós fazer com que chegue ao mainstream o rap de qualidade.
Lil' alguma coisa para Big outra coisa: Caramba, a voz do KRS soa como se tivesse vindo direto do céu para nos guiar. Parece um trovão.
Big outra coisa para Lil' alguma coisa: Também acho, é como o Rakim. Em compensação, o Buck parece estar tão calmo e confortável falando pra gente...
Buckshot: Falando no mainstream, gostaríamos de falar um pouco sobre os modismos que afetam o gênero. O último foi o autotune...
Kanye West: Qual é o problema? Acho que o prêmio deveria ter sido dado à Beyonce!
KRS: Como o Buck estava falando, isso é prejudicial. O autotune nada mais é do que uma materialização deste fenômeno pausterizador que aflige os rappers. Hoje em dia, parecem robôs, não há originalidade.
Buckshot: Hoje em dia, todo mundo quer cantar, todo mundo quer rimar...
KRS: Isso não é desrespeito a nenhuma arte, mas já fizemos isso. Muita coisa que vocês fazem achando estar revolucionando já foi feita há 20 anos.
GZA: Morte ao autotune! (todos apoiam)
Jay-Z: (pensando) Opa, esta é uma boa ideia! Acho que vou fazer uma música sobre isso...
Buckshot: Bom, vamos falar um pouco sobre política também. Isso é algo que influencia nosso gênero. Queria passar a palavra ao Immortal Technique para falar sobre o módulo "Runnin Away".
Immortal Technique: Precisamos estar atentos ao governo. Não adianta colocar um Pinóquio negro para nos liderar, se por trás tem um Gepeto branco da Wall Street. Foda-se o mundo comercial, eu prefiro ser verdadeiro. E estou aqui para celebrar o renascimento de uma era.
Elzhi: (pensando) E o Black Milk arrasou de novo...
Buckshot: Outra coisa importante é a nossa postura perante nossas famílias. Em "Think of Things" falamos disso. Não adianta você estar na boate badalando, enquanto seu filho tá em casa te procurando, né? Não adianta você esbanjar dinheiro e suas crianças terem roupas rasgadas.
KRS: Também precisamos orientar nossas filhas. Falar para elas: existem um monte de garotos, mas só um homem real para você.
Soulja Boy: Então, nossa missão é falar para as ruas?
Buckshot: Sim, com certeza. Precisamos passar nossa mensagem para eles. Este é o tema do módulo "Hear No Evil".
The Game: Vocês falam tanto em passar mensagem, mas o próprio Buckshot surgiu na cena falando sobre armas, violência nas ruas etc.
KRS: Infelizmente, a única linguagem que as pessoas entendem é mais armas nas ruas.
Buckshot: Este é o problema. Mas, para finalizarmos o curso, gostaríamos de reconhecer uma coisa entre nós. Nós já conseguimos muitas coisas, gente.
KRS: É verdade, só de estarmos aqui hoje já é uma vitória. Todos nós passamos por dificuldades, mas sobrevivemos. Desde os milhões de células de espermatozóides até o dinheiro no bolso de vocês, tudo foi conquista de vocês. Somos vitoriosos, mesmo contra tudo e todos. Mesmo contra a vontade de muitos. Por isso, independente do que aprenderam aqui, quero que vocês gritem de uma só vez: "We Made It!"
Todos: "We Made It!"

KRS-One & Buckshot - Survival Skills
01. Survival Skills
02. Robot
03. The Way I Live
04. Clean Up Crew
05. Oh Really
06. Connection
07. Runnin Away
08. Think Of The Things
09. One Shot
10. Amazin
11. Hear No Evil
12. Murder 1
13. We Made It
14. Past Present Future

Vídeo da faixa "Robot":

26 comentários:

J.Malta disse...

kkkkkkkkkkkkk Parabens pelo Curso, Buckshot e Krs só cumpriram o que já era esperado,fizeram o melhor album de 2009 e deram uma "aula" de rap pros "alunos" da nova e velha escola..rs

Destaque pro coptic, marco polo e illmind que fizeram os melhores beats do cd, muito foda

pazzzzzz

simples disse...

ótimo review.

S.A.R.C.I. disse...

USHASUHSAUASHASUHASUASHASUHASUASHASUHASUASHASUHASUASHASUHASUASHASUHASUASHASUH totalmente inusitada a resenha, mas vlew p rir E aprender ao mesmo tempo.

ESSA resenha só aumentou a fé q eu tenho no teu talento, escreve muito bem, cara!!

Eduardo Campagnoli disse...

Hahahaha, essa foi boa, Felipe.
Será que o KRS e o Buck vão ser daqueles professores que mudam a vida dos alunos, mostrando um caminho melhor? Acho que sim. Foda é que sempre tem aqueles engraçadinhos jogando bolinha de papel, né? Mas tudo bem, lá na frente eles vão ser empregados dos que hoje estão levando os estudos a sério.

RastaFATian disse...

Grande album krs the theacher, buck the shotter.
O Buckshot no som "We Made It", foi buscar aquela sede onde?
hehe
Paz

Alan Ongaro disse...

Mais uma resenha classe A para um disco foda!

KRS e Buckshot realmente conseguiram...

Agora é so aguardar o Rakim jogar xadrez com a morte em "The Seventh Seal".

Lucas disse...

eh ateh q saiu alguns albuns bons esse ano.. raekwon, buckshot e krs.. e vai sair o rakin...
e parabéns novamente por esse texto.. gostei da parte do yayo faslando q tem um amigo hahahaha
abraços

Não fui eu pah! disse...

e tu deste uma aula de como ser criativo e verdadeiro numa review! parabens!

Não fui eu pah! disse...

rakim e cormega vao fechar o curso de 2009.

rubens disse...

desde que eu li a resenha do ultimo cd do commom, que eu tava esperando outra nesse estilo;

foda, casquei o biko...a parte do GZA decretando a morte do auto-tune e o jay-z captando a idéia é incrivel;; parabéns;;

vou ouvir o cd/

Anônimo disse...

no fim do ano, qdo tiver o premio de melhores no boom bap, vai ter q ter a categoria de melhor resenha !!!!

arregacou...

f-zero

Gusta disse...

huhuahua
PQP! Se superou nessa Felipe! Muito foda!
Parabéns aí

abraço

S.A.R.C.I. disse...

melhor resenha p mim é essa ... foi de uma criatividade no mínomo surpreendente!

Alexandre disse...

manooo parabens mesmoo sempalavras pro que tu escreveu tem talento eim!
Krs e buckshot vedadeiro album gostei muito a espera agora é o rakim lança o dele dai vai fecha 2009 muito foda!

Anônimo disse...

o khrysis tb ta mandando uns beats foda... ta pesado !!!!!
f-zero

João Paulo disse...

Onde há muitas idéias a concordancia nunca é completa, vai ser sempre em partes. KRS continua o mestre!

edinho disse...

Mano ficou mto loka essa resenha , tbm comento numa comunidade do orkut e me espiro nos seus comentarios, vc manja mto do que fala e escreve com propiedade, parabens mano!!!

DJ Julio disse...

Aí Felipe! Parabéns pela resenha! Na minha opinião, a mais foda q vc fez, Nesse curso aí vc foi o melhor divulgador! Aguardava esse album ansiosamente, e valeu a espera, uma aula de hip hop! Vlw o post!

Anônimo disse...

pow, o foda é q eu imagino o KRS dando uma palestra assim hauhauh

Diego 'Noise D' Pereira disse...

KRS-One é sempre assim... Na minha opinião, o mais completo MC da atualidade e um dos melhores de todos os tempos. Reune muitas características: excelente letrista, rimador, flow... E, além disso tudo, é um cara que encarna o Espírito da cultura Hip-Hop de forma única! Buckshot é um dos remanescentes da áurea época do Rap, que é os anos 90, e rima pra caramba! Até agora, melhor disco do ano, sem dúvida. Tua resenha, Felipe? Porra, matou a pau! Melhor que o disco, só tua resenha dele. Até o KRS ia te congratular se a lesse. Abraços, mano!

Quaid disse...

Putz, nem preciso falar nada do disco e da resenha.Sem palavras...
Abrazz

besouro anemico disse...

SAUDAÇÕES FELIPE!

cara você conseguiu traduzir o reflexo e a importância desse disco numa resenha que particularmente eu acredito que mereça muito mais que alguns elogios, mas de qualquer forma...

sem palavras, de todos os blogs que frequento o teu é o que melhor consegue captar a essencia da cultura da forma como ela realmente deve ser captada, congratulations!

MUITA PAZ AÊ PRA VOCÊ!

Pensador disse...

aulas bem bacanas....

só faltou o nas e o 9th.

imagino oque eles teriam dito se aí tivessem......

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,

anju disse...

DG.ANJO/Stencil Crew



pow achei legal

Krs-One lança rap desde anos 90 com Doug-fresh, Mad Lion, Slick Rick,

e cara da uma lição nesses cara da atualidade que só pensa no dinheiro, os rappers da atualidade é tudo modinha. Ainda tem alguns querem que pensa está com bola toda como 50cent, querer cobrar ideia com Fat Joe, ow Fat Joe já fez musica boa antes, com Big Punisher, Wun-Tang-Clan, entre outros.


e Krs-One não vai ser esquecido como MC HUMMER, Public Enemy, X-Raided, De la Soul entre outros q fugiu nome no momento.


i é isso,

gostei p/ caramba do assunto,

flw

Anônimo disse...

cialis , generique cialis, cialis, comprar cialis.