terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Diego Bernal: For Corners

Ano: 2009
Gravadora: Exponential Records
Produtor: Diego Bernal
Participações: nenhuma

Junte um advogado de ascendência latina da Costa Oeste norte-americana e uma paixão pelo rap e o que você terá? Uma beat tape gratuita, repleta de samples empoeirados de discos latinos e um daqueles trabalhos que surgem do nada e acabam se tornando um dos mais legais do ano. Diego Bernal é o beatmaker responsável pelo projeto, intitulado "For Corners", e tem uma história bem diferente. Ele é filho de ativistas e intelectuais - um ex-fazendeiro e uma professora aposentada - e passou sua infância em duas escolas bem distintas do Hip-Hop: o sulista Texas e a westside Bay Area. Isso para não citar novamente a profissão do cara. Desnecessário dizer que uma história tão original resulta num disco bem diferente, certo?

Pois bem. Por ser um álbum instrumental, os beats parecem ser construídos de forma diferente; a impressão é que possuem vida própria, independem de ter um emcee rimando sobre eles. Para alcançar esse feito, Bernal recorre ao que há de mais característico nos vinis de música latina que ele usou como fonte para confeccionar suas batidas: metais suingadíssimos, violões discretos e ainda mais suíngue nas baterias. Há de se ressaltar outro detalhe: provavelmente influenciado por seus samples, Diego constrói uma beat tape com faixas bem leves, cheias de groove; definitivamente aquele clima relaxado e tranquilo não dá as cartas em "For Corners".

Afinal de contas, como o nome diz, as batidas são feitas para as esquinas. E nada melhor do que se ter caixas batendo pesado. Esta é outra faceta do trabalho de Bernal. Apesar dos samples serem sempre diferentes e, por isso mesmo, protagonizarem o espectro dos instrumentais, são as caixas, os hi-hats e os bumbos os responsáveis por dar movimento a tudo e fazer sua cabeça balançar em concordância com as habilidades do beatmaker. Trocando em miúdos, é a bateria que faz o trabalho sujo - literalmente - para Bernal ir experimentando samples, trocando pequenos excertos a seu bel prazer durante as faixas, construindo o tecido musical do disco.

E dá-lhe loops irresistíveis, capazes de chamar a atenção até do seu pai - digo por experiência própria. Embora o disco comece com algo não tão original - o tributo a Dilla "Diego's Donut" -, conforme vai se desenrolando, as pérolas começam a surgir. As caixas arrebatadoras de "Armor All'd Out" são um bom exemplo do que tentei explicar nos outros parágrafos; são o suporte perfeito para a percussão latina e as cordas que vão mutando conforme o tempo passa. Outros truques na manga de Bernal aparecem aos poucos: pequenos trechos de falas pontuam alguns beats e introduzem outros e samples vocais que ora complementam, ora protagonizam os beats são os mais comuns. "Damn You", uma das menos frenéticas do álbum, é um bom exemplo do primeiro truque, enquanto "Momma's Boy", embora um pouco exagerado, representa o segundo.

Embora seja realmente um trabalho para se colocar no MP3 Player e ouvir do começo ao fim - até porque não há grandes oscilações, nem batidas muito melhores ou muito piores -, alguns outros destaques podem ser pinçados: "Dusty Sanchez" com seu carregamento infinito de samples é quase um resumo da proposta do disco, com vocais latinos, violão e muita sujeira, como o próprio nome sugere. "MC Rakim Cool Kane and the Furious Boyz Crew" traz de volta um clima old school, com um loop cativante; "The Way It Was" fecha o projeto em um clima bem diferente do restante, com metais tristonhos e bateria calma, numa construção quase cinematográfica.

No fim das contas e dos 43 minutos de instrumentais sujos, "For Corners" emerge como uma beat tape sólida, que traz uma sonoridade bem diferente e muito bem vinda para o rap norte-americano. Diego Bernal, embora já tenha dito em entrevistas que produz beats apenas por diversão e não tem qualquer ambição dentro do Hip-Hop, revela-se um excelente produtor, com estilo próprio e bastante versatilidade, seja picotando, seja loopando ou mesmo combinando as duas técnicas. O legal é que suas batidas não são repetitivas, sempre há variações, algumas até bruscas, algo que talvez seja mais necessário por ser um disco instrumental. De qualquer forma, baixe o disco, coloque no seu iPod/MP3 e seja feliz. O bagulho ainda é de graça, amigos.

Diego Bernal - For Corners
01. Diego's Donut (RIP J. DIlla)
02. Armor All'd Out
03. Bring It On Home
04. Damn You
05. Dusty Sanchez
06. Father's Son
07. Fat Sal
08. Go Diego Go
09. I Have a Long... Resume (Interlude)
10. May Day
11. Momma's Boy
12. Money Cash Woes (Interlude)
13. MC Rakim Cool Kane and the DJ Furious Boyz Crew (1986)
14. On4
15. My Friend Wants to Know (Interlude)
16. The Pause Tape Trainer
17. Velcro Flow
18. Summer's Over (Interlude)
19. The Way It Was

Download
Download da arte do disco

4 comentários:

DJ Zonattão disse...

Bem interessante!! Alguns beats clássicos, outros mais dançantes e com compasso quebrados. Mais um vanguardista em atividade!!Me identifiquei com o trampo, até pq em meu trampo solo tem dessas paradas também!!

tyreejcoffelt disse...

成人漫畫,0204貼圖區,小高聊天室,歐美免費影片,情色視訊聊天室,4u成人,pc交友,尋夢園聊天聯盟,玩美女人影音秀,美女遊戲,情色自拍,漫畫貼圖,成人電影,成人文學,視訊,情色論壇,聊天,免費視訊,666成人,玩美女人影音秀,尋夢園聊天聯盟,pc交友,4u成人,情色視訊聊天室,歐美免費影片,小高聊天室,0204貼圖區,成人漫畫,免費成人影片,聊天室ut,色情影片,成人貼圖站,69成人,6k聊天室,一葉情貼圖片區,貼圖片區,女同志聊天室,bt成人,777成人區,ol制服美女影片,

caio.akino disse...

Salve!!!
Muito bom seu blog

Quando der acessa o blog de um amigo é do caralho


http://niquebarros.blogspot.com/

Robson Assis disse...

Mano,

Não tenho seu email, mas enfim, queria te mostrar essa parada. Fiz uma entrevista com o Bernal, um dia desses.

http://robazz.blogspot.com/2010/08/entrevista-com-diego-bernal.html

E agradeço por ter indicado essa parada incrível.

Tamo junto.